Como desenvolver uma cultura de segurança do trabalho na empresa?

cultura de segurança do trabalho
4 minutos para ler

Introduzir novas rotinas dentro de um empreendimento não é uma tarefa fácil. Contudo, quando esses processos são apresentados como um novo modelo organizacional que tem o intuito de proteger os colaboradores, sua eficácia é muito maior. Nesse sentido, abordaremos como aplicar a cultura de segurança do trabalho nas empresas.

Uma empresa sem seus colaboradores não é nada, afinal, eles são a alavanca de todo negócio. Logo, ensiná-los a como compreender novas formas de pensamento é fundamental para a segurança de todos. Neste post, traremos as principais informações do que é e qual a importância da cultura de segurança do trabalho nas empresas. Leia e confira!

O que é a cultura de segurança do trabalho?

O mercado de trabalho está repleto de atividades e todas elas oferecem algum tipo de risco aos colaboradores. Por esse motivo, é fundamental conscientizar as equipes da necessidade da prevenção no dia a dia.

Promover a cultura de segurança do trabalho é de suma necessidade para qualquer empresa. Essa nova forma de conscientização é baseada na aplicação de estudo e práticas dos riscos e rotinas que os colaboradores estão expostos, mas não aplicada de uma forma obrigatória e imposta, e sim pelo aprendizado e compreensão da importância desse movimento.

A segurança é baseada em evitar ou reduzir os riscos dentro de um empreendimento, seja por riscos físicos, seja por riscos de informação. Com esses fatores estabelecidos e identificados, cabe aos gestores padronizar práticas de segurança para que todas as pessoas da empresa trabalhem dentro dessas normas, de forma sistêmica e instintiva, isto é, algo natural nas funções de qualquer colaborador.

Como implantar a cultura de segurança do trabalho?

Obviamente, todo negócio tem suas particularidades. Por esse motivo, é determinante contar com uma empresa especializada em segurança do trabalho para, então, traçar um plano de ação que moldará as necessidades da atividade e do ambiente. Veja, a seguir, os principais passos para implantar uma cultura de segurança do trabalho.

Analise os riscos

O primeiro passo para a criação de uma política de segurança é a identificação dos riscos. De certa forma, os envolvidos nas atividades reconhecem os perigos da sua profissão, entretanto, apenas um técnico em segurança do trabalho será capaz de analisar minuciosamente todos os perigos e moldar as ações nos regulamentos legais.

É importante lembrar que, em um mesmo empreendimento, pode haver diversos tipos de riscos, por isso é fundamental abordar todos os perigos de cada ambiente da empresa e, a partir daí, criar um mapa de risco.

Oferte treinamento

A conscientização da cultura de segurança do trabalho é algo que deve ser propagado em todos os níveis hierárquicos, ou seja, todos devem ser capacitados para aplicar as rotinas preventivas.

Por esse motivo, oferte treinamento para os colaboradores apresentando práticas coletivas e responsabilidades individuais, conforme as atividades. Além disso, é essencial definir como serão notificados os acidentes ou ações negligentes.

Crie uma política de gestão de segurança

Nada funciona se não houver plano estruturado de aplicação da política de gestão. Para que esses processos comecem a se enraizar na empresa, crie um comitê de gestão. A CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) é uma ótima aliada nessa etapa.

Após a identificação dos riscos, divulgação dos planos de ação e treinamentos dos colaboradores, procure averiguar periodicamente todo o processo, avaliando os participantes e mensurando os números de acidentes.

Além disso, defina as responsabilidades de cada cargo. Utilize como regra o treinamento e a disseminação das políticas, principalmente para os novos contratados. É importante também lembrar como será a comunicação dessa cultura, pois ela deve ser com informações claras e objetivas.

A introdução da cultura de segurança do trabalho visa garantir não apenas a prevenção de riscos imediatos, mas também reduzir o número e a gravidade das doenças ocupacionais, assegurando a qualidade de vida dos trabalhadores.

Agora que você sabe o que é a cultura de segurança do trabalho, assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos diretamente em seu e-mail!

Você também pode gostar

Deixe um comentário