Quais são as principais normas de higiene ocupacional? Entenda!

normas de higiene ocupacional
3 minutos para ler

As Normas de Higiene Ocupacional (NHOs) podem atuar em conjunto com as Normas Regulamentadoras (NRs) e garantir que o setor de Saúde e Segurança do Trabalho da empresa seja eficiente para evitar acidentes, doenças ocupacionais e garantir o conforto dos colaboradores.

Existem diversas NHOs, mas poucos gestores as conhecem. Por isso, explicaremos um pouco sobre cada uma das normas para que a sua empresa esteja atualizada e segura. Continue a leitura para aprender conosco!

Importância das normas de higiene ocupacional

As Normas de Higiene Ocupacional visam à identificação dos riscos aos quais o colaborador está exposto durante o turno de trabalho. Assim, efetuam o reconhecimento dos locais e condições de trabalho, analisam o grau de exposição do indivíduo, definem o nível de tolerância permitido e disponibilizam metodologias para avaliações ocupacionais.

Ter conhecimento sobre as NHOs e aplicar na empresa é investir na segurança e bem-estar da equipe. Elas não têm valor legal, porém servem como norte para os gestores de saúde e segurança do trabalho. Algumas já são, até mesmo, citadas em NRs, como é o caso do anexo I, da NR 9.

Normas de higiene ocupacional

Existem mais de 10 NHOs, tendo em vista que há uma para cada necessidade específica. A seguir, explicaremos um pouco sobre elas:

  • NHO 01 — Avaliação da Exposição Ocupacional ao Ruído — no intuito de identificar o risco de possível surdez ocupacional;
  • NHO 02 — Análise Qualitativa de Fração Volátil — relacionado a componentes tóxicos, então estabelece um procedimento para a análise qualitativa da fração volátil de colas, vernizes e tintas à base de solventes;
  • NHO 03 — Análise Gravimétrica de Aerodispersóides — tem a finalidade de determinar a massa de poeira que é coletada no ambiente;
  • NHO 04 — Método de Coleta e Análise de Fibras — estima a concentração de fibras em suspensão no ar e prescreve um método de sua coleta e análise;
  • NHO 05 — Avaliação da Exposição Ocupacional aos raios X nos serviços de radiologia — estabelece os procedimentos de levantamento radiométricos e da radiação de fuga no cabeçote dos equipamentos;
  • NHO 06 — Avaliação da Exposição Ocupacional ao Calor — independentemente de haver carga solar direta ou não, os procedimentos analisam a exposição térmica e a possibilidade de causar futuros danos à saúde;
  • NHO 07 — Calibração de Bombas de Amostragem — é aplicado a vazões de até 6 litros por minuto;
  • NHO 08 — Coleta de Material Particulado Sólido — a fim de determinar a quantidade de partículas sólidas no ar;
  • NHO 09 — Avaliação da exposição ocupacional a vibrações de corpo inteiro — verifica as situações nas quais a vibração seja transmitida ao corpo e possa ocasionar problemas, como os de coluna;
  • NHO 10 — Avaliação da exposição ocupacional a mãos e braços;
  • NHO 11 — Avaliação dos níveis de iluminamento em ambientes internos de trabalho — indica parâmetros para a medição da iluminação nas empresas que proporcione boas condições.

É importante que o gestor saiba adequar as Normas de Higiene Ocupacional para a realidade de sua empresa. Assim, a sua equipe vai estar dentro dos padrões e conseguirá realizar as tarefas com mais confiança, sem o receio de adquirir problemas de saúde, o que proporciona maior produtividade e motivação.

Se você não quer perder mais nenhum conteúdo como este, siga nosso Facebook e LinkedIn agora mesmo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário