O que é o Programa de Gerenciamento de Risco (PGR) e como ele deve ser feito?

o que é pgr
4 minutos para ler

Você sabe o que é o PGR? Desenvolver uma gestão eficiente e com total controle das atividades da empresa é indispensável para alcançar os resultados de forma consistente, evitando prejuízos e prevenindo todo tipo de acidentes.

Nesse sentido, o Programa de Gerenciamento de Riscos é uma ferramenta importante, que define políticas e diretrizes para gerenciar todos os riscos da empresa — além de ser um requisito legal, o PGR contribui para a proteção do trabalhador, sociedade e meio ambiente.

Neste post, você vai entender o que é o PGR, como ele funciona e qual a importância de contar com o documento na sua empresa. Continue a leitura e saiba tudo sobre o assunto, para garantir uma gestão preventiva, sistemática e de acordo com as leis!

Afinal, o que é o PGR e como funciona?

O Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR) é um documento que estabelece diretrizes para identificar e gerenciar os riscos inerentes as atividades da empresa, sejam eles químicos, físicos ou biológicos.

O principal objetivo do documento é identificar, avaliar e propor medidas de prevenção para acidentes, além de comtemplar ações em caso de emergência. O PGR tem a finalidade de controlar riscos que possam afetar os seguintes fatores:

·        a qualidade do meio ambiente;

·        a integridade física dos trabalhadores;

·        a segurança da sociedade próxima ou não.

Funciona como um importante complemento da gestão, que garante orientações para conhecer os riscos da empresa para controle e atuação dentro dos requisitos de segurança, determinados pelas legislações em âmbito federal, estadual e municipal.

Portanto, é um requisito legal determinado pela Norma Regulamentadora n° 1, portanto, é um documento obrigatório. De acordo com a Portaria SEPRT/ME 1295 de fevereiro de2021, o prazo para atender os preceitos da NR 1 foi prorrogado para 2 de agosto de 2021.

Qual a importância do PGR?

O PGR é um documento que contribui de forma significativa para prevenir acidentes de trabalho, sendo importante para fornecer aos gestores informações relevantes. Permite que a gestão tenha o conhecimento necessário para agir de forma preventiva, evitando danos ao patrimônio e a saúde ocupacional.

O que o programa deve apresentar?

Para garantir informações precisas, realistas e de acordo com as características da empresa, o PGR deve apresentar uma estrutura completa. É essencial contar com uma boa equipe e fazer os levantamentos, análises e ensaios necessários para compor um documento bem embasado, capaz de direcionar as ações.

Os requisitos básicos que o PGR deve apresentar são:

  • critérios de tolerabilidade;
  • estudo de análise de risco ;
  • medições, ensaios e análises;
  • método de tomada de decisão;
  •  termos de referência para elaboração de estudo de análise de risco;
  • termos de referência utilizados.

Como o PGR contribui para a empresa?

Uma gestão eficiente proporciona inúmeros benefícios para as empresas, pois evita acidentes e problemas que podem ser sérios e irreversíveis. O PGR é um documento indispensável, pois garante a saúde e higiene ocupacional, aspectos importantes para gerar produtividade.

Em outras palavras, elaborar um PGR é muito mais do que atender às tratativas legais. Ele auxilia no alcance de objetivos e metas do negócio, sem ter surpresas desagradáveis com acidentes que sempre se convertem em danos aos trabalhadores e as finanças.

Como você pode observar, saber o que é o PGR e definir estratégias para elaborá-lo é fundamental para orientar a gestão na sua empresa. Afinal, preservar a saúde dos colaboradores e proporcionar ambientes seguros é a base para o sucesso.

Gostou do post? Agora que você entendeu mais sobre o PGR e sua importância para a regularidade e segurança nas empresas, conte-nos como foi sua experiência com esse documento!

Você também pode gostar

Deixe um comentário