O que é a sinalização de segurança de trabalho e o que diz a NR 26?

sinalização de segurança de trabalho
4 minutos para ler

Garantir a segurança dos colaboradores é uma das principais funções de uma organização. Para que isso fosse devidamente respeitado e padronizado nas empresas, foi criada a NR 26, responsável por instituir padrões para a sinalização de segurança de trabalho.

Com base nos itens mencionados na norma, é possível reduzir os riscos de acidentes nos ambientes empresariais. Isso porque há uma conscientização dos trabalhadores quanto ao que estão sendo expostos e também evidências de como evitar os incidentes.

Para que você compreenda melhor o que é a NR 26 e como ela aplica a sinalização de segurança de trabalho, continue com a gente e leia este post!

O que é a NR 26?

Criada pelo Ministério do Trabalho em 1978, sendo revista em diversos pontos em 2011 e em 2015, a norma trata da padronização de itens relevantes para a segurança do funcionário dentro do seu ambiente de trabalho.

A partir dela, foi instituído um padrão de sinalização de segurança de trabalho. Com isso, foi necessário que os gestores permanecessem atentos às nomenclaturas, às cores e à padronização das normas técnicas de segurança, visando não só ao entendimento das disposições, mas também ao cuidado com os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

A NR 26, especificamente, trata da sinalização de segurança do trabalho, como dito, classificando os riscos por cores e rotulando os produtos químicos. Isso permite que o trabalhador possa identificá-los. Nela, são mencionados determinados pontos, como:

  • as cores que foram adotadas para delimitar áreas e identificar os equipamentos de segurança e as tubulações com líquidos perigosos;
  • a classificação de substâncias perigosas.

Vale lembrar que, em caso de não cumprimento dessas regras, a empresa fica sujeita a multas e a autuações.

Como implantar a sinalização de segurança de trabalho?

Após compreender o conceito da NR 26, é hora de partir para a implantação dos requisitos específicos conforme o ramo da empresa. Por esse motivo, é importante que sejam realizados alguns processos para garantir o sucesso dessa ação. Veja, a seguir, alguns deles.

Faça um planejamento prévio

Qualquer empresa precisa de um planejamento para realizar as suas ações, e isso não é diferente quando tratamos da implantação da sinalização de segurança de trabalho. Dessa forma, é fundamental a contratação de uma companhia especializada na área.

Ela será a responsável por enviar um técnico capacitado que analisará o ambiente, classificando os riscos. A partir disso, ele adequará as sinalizações necessárias, utilizando cores, placas e outras formas para evidenciá-los.

Conheça as categorias

Para se organizar de forma efetiva, prevenindo e alertando quanto os riscos, foram criadas as categorias. Com essa informação, os gestores conseguem planejar como será realizado o restante do processo. Veja quais são elas:

  • sinalização de aviso ou de perigo;
  • sinalização de emergência;
  • sinalização de obrigação.

Separe por cores

O uso das cores tem determinações específicas quando se fala em segurança do trabalho. Junto a elas, são implantadas as placas de sinalização. Veja, a seguir, os significados das principais:

  • vermelho: é utilizado para equipamentos de proteção e combate a incêndios. O seu emprego se dá como forma de alerta de perigo, sendo usado exclusivamente nas luzes em barricadas temporárias;
  • amarelo: a sua principal função é alertar como forma de cuidado, principalmente em superfícies escorregadias e em lugares que podem causar tropeços. Nas canalizações, essa cor é utilizada para identificar gases liquefeitos;
  • branco: geralmente, é utilizado para demarcar o sentido de circulação e também para indicar áreas de segurança;
  • preto: é utilizado em canalizações e para a identificação de produtos inflamáveis.

Treine os colaboradores

De nada adianta implementar a sinalização de segurança de trabalho nas empresas se não se fizer a capacitação dos trabalhadores para o entendimento dessas informações. Por esse motivo, é primordial contratar uma companhia capacitada em Segurança do Trabalho, que, além de assessorar na instalação dos itens, ofereça treinamentos para o quadro de pessoal.

Por fim, obviamente, em um primeiro momento, haverá a necessidade de um investimento para a regularização de todas as normas de prevenção, como visto. Entretanto, é essencial ter consciência da importância da segurança nas empresas, já que ela previne os acidentes e até salva vidas.

Agora que você sabe o que é a sinalização de segurança de trabalho, leia também o nosso post “Descubra como fazer um treinamento de Segurança do Trabalho eficiente” e continue potencializando os seus negócios!

Você também pode gostar

Deixe um comentário