Higiene ocupacional e medicina do trabalho: entenda a relação entre elas

Higiene ocupacional e medicina do trabalho: entenda a relação entre elas
4 minutos para ler

Embora não sejam a mesma coisa, higiene ocupacional e medicina do trabalho funcionam juntas no objetivo de garantir uma maior segurança e mais saúde aos trabalhadores. Ambas são ferramentas importantes para avaliar e melhorar as condições de trabalho que uma empresa fornece a seus colaboradores.

Compreender a relação entre esses instrumentos, assim, é fundamental para assegurar condições saudáveis no local de trabalho, o que influencia tanto o desempenho dos funcionários quanto o desenvolvimento do empreendimento. Pensando nisso, elaboramos este texto explicando o que são esses conceitos e qual a relação entre eles. Continue a leitura!

O que é higiene ocupacional?

Muitos ambientes expõem os trabalhadores a agentes de riscos físicos (alta temperatura e pressão, ruído, radiação, frio), químicos (substâncias tóxicas, como gases, poeiras e vapores) ou, principalmente, biológicos (micro-organismos, vírus e bactérias).

Nesse sentido, a higiene ocupacional, também conhecida como higiene do trabalho, é uma ciência que tem como objetivo perceber e controlar esses riscos ocupacionais dentro do lugar de trabalho. Isso é feito por meio de uma série de etapas. Confira, a seguir, quais são elas.

Antecipação

Antes de tudo, é necessário que a equipe responsável pela higiene ocupacional realize um levantamento dos possíveis riscos aos quais os trabalhadores estão expostos. A partir desse mapeamento, é possível prever a existência de agentes contaminantes.

Reconhecimento

É nessa segunda fase que serão identificados os agentes de riscos, nomeando-se cada um deles. Dessa forma, uma análise qualitativa é feita com base em amostras colhidas e testes que deixam explícitos quais são os agentes de risco existentes no ambiente laboral.

Avaliação

Por meio das informações obtidas na etapa anterior, serão avaliados os limites de tolerância dos patógenos, ou seja, a concentração em que são encontrados os agentes de risco. Existem níveis em que eles não fornecem riscos. A função dessa etapa é perceber esses índices para, caso seja necessário, elaborar medidas que amenizem ou eliminem os riscos existentes.

Controle

A última etapa é justamente aquela em que são tomadas medidas para controlar os agentes de risco no local de trabalho. A forma como o controle ocorrerá pode variar de acordo com o tipo de agente, bem como conforme o nível de sua concentração. Em alguns casos, podem ser necessários a utilização de EPIs ou o investimento em EPCs.

O que é a medicina do trabalho?

A medicina do trabalho surgiu no século XIX, quando muitas pessoas passaram a trabalhar em fábricas, submetidas a substâncias que prejudicavam a saúde. Por isso, esse ramo da medicina tem como objetivo proteger a saúde dos trabalhadores no exercício de suas funções. Essa ação é realizada em relação aos danos físicos, químicos, biológicos e, até mesmo, psicológicos.

Por meio de exames, os médicos do trabalho podem perceber o estado de saúde dos funcionários de uma empresa para notar se existe algum problema ocasionado por conta da atividade desempenhada. O intuito, além de notar possíveis contaminações no ambiente, é também tratar as condições insalubres para prevenir a evolução e o surgimento de novas doenças.

Qual a relação entre essas duas áreas?

Os dois termos dizem respeito a ferramentas que devem atuar juntas para garantir a integridade dos funcionários e da empresa. Enquanto a primeira avalia as condições do ambiente de trabalho, percebendo e prevenindo os possíveis riscos, a segunda analisa diretamente a saúde dos funcionários, permitindo perceber em cada um dos trabalhadores os efeitos e os impactos do local e da atividade laboral.

Higiene ocupacional e medicina do trabalho são fundamentais, então, para garantir um bom funcionamento da empresa, assegurando saúde aos seus funcionários e evitando possíveis problemas. Nesse sentido, é importante contar com profissionais adequados e especializados para avaliar as condições de seu empreendimento e traçar estratégias e ações que certifiquem excelência em Segurança e Saúde do Trabalho.

Quer saber mais sobre como proteger os seus funcionários, fornecendo segurança e saúde ao empreendimento como um todo? Então, entre em contato conosco. Será um prazer atender às suas necessidades.

Riscos biológicos
Você também pode gostar

Deixe um comentário