Qual a importância da sinalização de segurança de trabalho?

Qual a importância da sinalização de segurança de trabalho?
3 minutos para ler

Entender a importância da sinalização de segurança de trabalho permite que você cuide devidamente da saúde dos colaboradores da sua empresa, até mesmo dos clientes e parceiros. Afinal, ela permite que você avise sobre os devidos riscos e cuidados envolvidos naquele ambiente, seja para quem passa por ele, seja para pessoas que estão diariamente no local.

É totalmente possível cuidar desse aspecto da forma correta em seu negócio. Se você ainda não entende com clareza esse assunto e quer se aprofundar, confira as informações a seguir!

Como a sinalização de segurança do trabalho funciona?

Você já deve ter entrado em um recinto e deparado com aquela placa amarela avisando que o chão está molhado e escorregadio, não é mesmo? Pois bem, esse é um pequeno exemplo bastante corriqueiro que diversas empresas utilizam na sinalização de segurança de trabalho.

Todavia, os sinais não param por aí e existem outros a serem considerados, vejamos os principais:

  • materiais tóxicos, explosivos e inflamáveis;
  • objeto e máquinas que oferecem risco de choque de alta eletricidade;
  • o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) evidente a todos no recinto;
  • saídas de emergência facilmente identificadas por quem circula pela empresa.

Como deve ser feita a sinalização?

Todas as sinalizações servem para deixar de sobreaviso os trabalhadores e pessoas que circulam por sua empresa quanto aos cuidados necessários. Inclusive, já existem cores e formatos pré-determinados que facilitam a chamada de atenção de quem vê essas placas. Essas cores e formatos funcionam geralmente da seguinte forma:

  • placas amarelas em formato triangular para os riscos de incêndio, choque de alta eletricidade, explosão e intoxicação;
  • sinais em formatos quadrados e triangulares, tanto na cor verde quanto vermelha, para saídas de emergência contendo setas indicando o devido caminho a ser tomado;
  • placas azuis e brancas em formato retangular exigindo o uso obrigatório dos EPIs com a breve descrição de cada um deles ao lado de cada figura que representa o equipamento citado.

Com todos esses cuidados, você vai criar um ambiente de trabalho mais produtivo e seguro em sua empresa. Portanto, esteja atento a isso para colher os melhores resultados.

Quais são os erros que devem ser evitados?

Mesmo com os direcionamentos corretos mencionados neste post, você ainda precisa se precaver de alguns erros de sinalização de segurança do trabalho. Os principais deles são:

  • não realizar o devido treinamento e capacitação dos funcionários para que sejam capazes de compreender os sinais e se cuidarem corretamente no ambiente de trabalho;
  • desconsiderar a rota de segurança que é crucial para determinar as saídas em casos de emergência;
  • não levar em conta as cores e formatos adotados nas normas técnicas que facilitam a devida atenção das pessoas que circulam pelo local.

Por fim, não é difícil você ter a devida atenção com os direcionamentos dados. Agora que já sabe disso, será capaz de fazer da sua empresa um local seguro e produtivo.

Diante de qualquer dúvida, conte sempre com Norma Regulamentadora 26 (NR 26) que diz justamente das regras de sinalização de segurança do trabalho. Essa é uma norma simples de ser compreendida e que você pode acessar facilmente pela internet para conferir se está agindo dentro dos conformes ou não.

Ainda quer esclarecer algum ponto? Deixe seu comentário — será um prazer ajudar você a alcançar esses cuidados no seu empreendimento!

Você também pode gostar

Deixe um comentário